Temperando a Vida

O segredo de uma refeição com muito sabor e cheiro delicioso chama-se: tempero.

Na Dieta dos Cinco Sabores eles são um grande aliado para realçar os sabores picante e amargo dos pratos e harmonizar os demais sabores necessários para a alimentação que nutre. No meu e-book eles estão presentes em muitos cardápios prontos que elaborei e são fundamentais na composição desta Dieta alimentar.

Alguns temperos picantes possuem temperatura Morna ou Quente, podendo aquecer muito ou moderadamente a refeição. Em dias de muita umidade e de frio, os temperos que aquecem internamente ajudam a eliminar o frio que invade e que por vezes pode causar desconforto em forma de muco e acúmulo de umidade ou dor nas articulações.

 

PIMENTA

A pimenta vermelha é um tipo de tempero que aquece. Esse tipo específico de pimenta é rica em capsaicina, substância que favorece o aumento da quebra de gorduras no tecido adiposo. Ela aumenta em até 20% a atividade metabólica se ingerida na quantidade de três gramas por dia, podendo ser adicionada em saladas e pratos quentes como tempero.

 

Pimenta

 

Devem ser consumidas com moderação por serem muito picantes.

CURRY

Um outro tempero muito usado é o Curry.

O Curry é uma especiaria de origem indiana composta por vários ingredientes, que podem variar conforme a região onde ele foi produzido.

Entre esses ingredientes, encontramos: gengibre, pimenta dedo-de-moça, pimenta vermelha, canela em rama, cominho, pimenta-do-reino, cardamomo, cravo, erva-doce, cúrcuma e coentro em grãos. No seu preparo, esses temperos são torrados, moídos e usados em diferentes proporções.

 

 

Por ser menos picante que a pimenta vermelha, ele pode aquecer sem esquentar muito, e pode ser usado com mais frequência nos dias de frio. Caldos, sopas, saladas, legumes e arroz podem ser preparados com curry.

  A história, benefícios e estudos do Sal do Himalaia

O pigmento que dá a coloração amarela ao curry é chamado de curcumina.

A curcumina é um importante antioxidante para o nosso organismo, protegendo as células dos danos causados pelos radicais livres. Previne o envelhecimento celular, nos protege de doenças crônicas como as doenças cardiovasculares, câncer e diabetes, e doenças neuro-degenerativas como a doença de Alzheimer e Parkinson. A curcumina possui ainda efeitos anti-inflamatórios, antibacterianos e antivirais.

 

Share:

Deixe uma resposta